Mendigo agredido por personal dá 1ª entrevista e conta sua versão

Entretanto, nesta quinta(24), em entrevista publicada pelo site Metrópoles, o morador de rua Givaldo Alves, de 48 anos, trouxe o seu lado dos fatos e negou que o ato sexual tenha sido criminoso. Segundo Givaldo, a relação foi consensual, tendo a própria esposa do personal trainer o convidado para entrar no veículo.

“Eu andava pela rua e ouvi um grito: “moço, moço”. (…) Olhei para trás e só tinha eu. (…) E ela confirmou comigo dizendo: “Quer namorar comigo?”. (…) “Moça, eu não tenho dinheiro, sou morador de rua. Não tenho dinheiro nem para te levar ao hotel”. Então, ela disse: “Pode ser no meu carro” 

Em um dado momento da entrevista, Givaldo conta que as imagens das câmeras, que flagraram as agressões sofridas por ele, comprovariam que não houve estupro. “Deus me colocou em um lugar cercado por câmeras que comprovam não ter havido nada disso [estupro]. Se fosse outro morador de rua, possivelmente já estaria preso”

Givaldo alega também que só descobriu que a mulher era casada enquanto recebia atendimento médico no hospital. Segundo Givaldo, ele diz ter achado que estava sendo vítima de uma retaliação após testemunhar um motorista em um carro arrastando propositalmente uma mulher na região alguns dias antes.



Rosquinha

Rosca doce deliciosa

Modo de Preparo Numa tigela, deposite a farinha de trigo. Abra uma cavidade no centro da tigela, deposite o fermento, o leite, misture até obter

Leia Mais »
Lanches

PÃOZINHO DE PIZZA

MODO DE PREPARO: Reserve o trigo. Em um liquidificador, (ou batedeira ou até na mão mesmo) coloque todos os ingredientes menos os para recheio e

Leia Mais »